Oficina Teórica com Wagner Morales

Encontro I: A superfície filmica em Godard
Encontro em mente II: O documentário mente

14 e 15 de setembro de 2006, das 9h às 12h

Estão abertas as inscrições para a oficina teórica com o artista Wagner Morales (São Paulo-SP) que será promovida pelo Museu Victor Meirelles nos dias 14 e 15 de setembro de 2006 das 9h às 12h. Os encontros serão desenvolvidos a partir da exibição de trechos de filmes seguidos de exposição teórica.

Encontro 1: Godard e a superfície do filme
A idéia é discutir, a partir de trechos de filmes e exposição teórica, um aspecto específico dentro da obra de Jean-Luc Godard: a superfície visível dos filmes de Godard.
Jean-Luc Godard é considerado um cineasta difícil, hermético, um autor para iniciados. Ao mesmo tempo, é uma influência tanto para o cinema mais comercial hollywoodiano (Quentin Taratino, entre outros) como para a vídeo-arte mais experimental. No entanto, a obra deste cineasta, apesar de muito comentada, é pouquíssimo vista aqui no Brasil.
Nesse sentido a idéia deste encontro é propor uma leitura simples do que existe de simples dentro da obra de Godard, ou seja, o fato de que o que vemos em seus filmes é o que existe para ser visto, não há nada escondido. Em Godard não há espaço para meias palavras, está tudo ali, na superfície.

Encontro 2: O documentário mente
A proposta é discutir em um encontro a maneira pela qual a realidade é construída no gênero “documentário”. A partir de exemplos e de trechos de filmes como “Crônicas de um Verão”, de Jean Rouch, “Close-up”, de Abbas Kiarostami, “Don’t Look Back”, de Pennebacker e “I Like Girls in Uniform”, do próprio Wagner Morales, o real será discutido como algo que é fabricado pelo documentário, o “efeito do real” enquanto um elemento constitutivo do gênero.

Sobre o ministrante:
Com formação em Antropologia (USP, 1992), Wagner Morales vem desenvolvendo importantes trabalhos no campo do audiovisual desde 1995, produzindo documentários, ficções, instalações e performances. É autor de obras documentais exibidas em festivais e mostras no Brasil e no exterior, como “Preto contra Branco” (2004), sobre um jogo de futebol entre brancos e negros na maior favela de São Paulo, e a série “Vídeo de Cinema” (2003-2005), na qual usa o vídeo para desconstruir clichês de gêneros cinematográficos célebres como o filme de horror e a ficção científica. O vídeo “Filme de Guerra” (2005), recentemente desenvolvido por Wagner durante a residência artística no Le Fresnoy – Studio National Des Arts Contemporains, na Franca, foi premiado no 14º Festival Internacional de Arte Eletrônica Videobrasil. Desenvolveu também o documentário “Coco Fusco”, último vídeo da série Videobrasil Coleção de Autores que será exibido no Museu Victor Meirelles no dia 14 de setembro.

Pré-inscrição até dia 10 de setembro de 2006
A oficina é gratuita, mas possui vagas limitadas. Quem estiver interessado em participar, deve encaminhar os seguintes dados para o Museu Victor Meirelles:

1. Nome Completo:
2. Telefone:
3. Email:
4. Formação:
5. Área de atuação profissional:
6. Instituição:
7. Por que deseja participar desta oficina?
8. Já participou de outras atividades no Museu Victor Meirelles? Quais?
9. Como fica sabendo das atividades promovidas pelo Museu ?
10. É associado da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles?

O pedido de inscrição pode ser enviado para museu.victor.meirelles@iphan.gov.br ou entregue diretamente no Museu (Rua Victor Meirelles, 59, Centro – Florianópolis – SC) até o dia 10 de setembro de 2006.

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days