Lançamento da revista número oito

No dia 14 de fevereiro de 2007, o Museu Victor Meirelles retoma a sua Agenda Cultural, com o lançamento da revista número oito, acompanhado de uma palestra e bate-papo com Guy Amado, integrante do corpo editorial da Número.

numero8

“Revista Número: breve crônica de uma aventura em processo” é o título de sua fala, em que apresenta uma explanação geral sobre a trajetória da publicação, desde o contexto e pulsões que a geraram a um exame comentado de sua linha editorial. Guy pretende debater ainda os temas já contemplados nas oito edições da revista, as dificuldades enfrentadas por publicações com esse perfil e o atual horizonte de expectativas e perspectivas da número oito.

O termo “limites” foi adotado como tema para a número oito, baseado em duas acepções: como fronteira territorial e como possibilidade de demarcação de um campo de análise, o artístico. A oito conta com textos de Heloísa Espada (Arte Virgem na Década do Concretismo), Valéria Piccoli (Identidade Brasileira no século XIX), Taísa Palhares (Nós: O Outro), Thais Rivitti e Fernanda Pitta (O Lugar da Crítica na 27ª Bienal de São Paulo), Santiago Garcia Navarro (Limites entre Arte e Política); Javier Barilaro (Projeto Eloísa Cantonera), Guy Amado (O Sublime no Extremo), Orlando Maneschy (É no Meu Olho que o Mundo Diminui), José Bento Ferreira (Pensando com Danto) além de entrevistas com Moacir dos Anjos e Paulo Sérgio Duarte.

O projeto editorial da número oito foi aprovado pelo Programa Cultura e Pensamento, do Ministério da Cultura, que viabiliza esta edição da revista, bem como da próxima edição, a Nove.

stillamandaeclaudia

No mesmo dia 14, a partir das 19h30, o Museu promove também a segunda Mostra Membrana, intitulada “entre uma coisa e outra”, com projeção de vídeos na parede externa do Museu Victor Meirelles.

O Projeto de Extensão Membrana, com coordenação da artista e professora Raquel Stolf (Centro de Artes – UDESC), realiza encontros semanais do grupo de estudos, que se reúne para pensar, produzir e difundir as múltiplas e movediças aderências da imagem em proposições artísticas contemporâneas. O grupo pesquisa, de forma especial, as práticas do vídeo, da fotografia e da escritura, além das intervenções urbanas e publicações experimentais.

O Projeto está em desenvolvimento desde agosto de 2005 e esta mostra conta com a participação de Alessandra Teixeira, Amanda Cifuente, Anna Paula Stolf, Cássio Ferraz, Claúdia Zimmer, Juliana Crispe, Meg Tomio Roussenq, Maria Araújo, Raquel Stolf e Stefan Bordignon.

Em caso de chuva, as atividades serão realizadas na sala multiuso do Museu Victor Meirelles.

Sobre o palestrante:

Guy Amado é pesquisador, crítico de arte contemporânea e curador. Com formação na área de artes, vem atuando em comissões de seleção, como Temporada de Projetos, do Paço das Artes (2000 e 2002), programa de exposições do Centro Universitário MariAntonia (desde 2002) e Programa do Centro Cultural São Paulo (2005 e 2006). Além disso, integra, desde 2002, o “grupo de jovens críticos” do Centro Universitário Maria Antônia, coordenado por Lorenzo Mammi, bem como o Núcleo de Crítica do Centro Cultural São Paulo. Participa também do grupo de mesmo perfil associado ao Paço das Artes (2000 a 2004).

Inscrições:

As inscrições são gratuitas e para confirmar sua participação, basta enviar um e-mail com seu nome completo ao Museu Victor Meirelles: museu.victor.meirelles@iphan.gov.br

Esta atividade integra a programação do Projeto Agenda Cultural 2006, patrocinado pela Caixa Econômica Federal, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days