DOS DESENHOS ÀS ESCULTURAS: encontros com as obras de Cascaes e as possibilidades de produção artístico-cultural das crianças

Oficina teórico-prática

Franklin Cascaes, sem título, sem data, grafite sobre papel, 32,6 x 23,2 cm

Franklin Cascaes, sem título, sem data, grafite sobre papel, 32,6 x 23,2 cm

Local: Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles
Dias 13 e 14 de novembro de 2008, das 14h às 17h

O Museu Victor Meirelles, dando continuidade à série de oficinas teórico-práticas que buscam aprimorar os conhecimentos de professores, estudantes, artistas e interessados em artes visuais, oferecerá nos dias 13 e 14 de novembro, das 14 às 17 horas, a oficina “Dos desenhos às esculturas: encontros com as obras de Cascaes e as possibilidades de produção artístico-cultural das crianças”, com a professora e pesquisadora Alessandra Mara Rotta de Oliveira.

A proposta da oficina é trabalhar o tema a partir da exposição “Lado B”, composta por obras de Franklin Cascaes (1908-1983), que tem a curadoria de Fernando Lindote, que se encontra na sala de exposições temporárias do Museu Victor Meirelles, em comemoração ao centenário de nascimento do artista. Segundo a ministrante, a seleção de desenhos de Cascaes, em exposição no Museu, possibilita a ampliação das experiências estéticas do público em geral e instiga a reflexão sobre uma parte da obra do artista ainda pouco conhecida. Olhar para o “Lado B” das obras de Cascaes sugere e possibilita a construção de novas mediações e interpretações de um processo criativo e das próprias obras em si.

Neste sentido, no intuito de colaborar para a construção e a promoção de encontros e mediações singulares com as obras de Franklin Cascaes, de modo a favorecer a expansão e o fortalecimento da imaginação dos seus fruidores, a oficina objetiva a construção de um olhar estético e ético voltado, não apenas aos traços visíveis, mas às marcas e notas deixadas no papel pelo artista. Também estará em discussão a produção artístico-cultural das crianças que transitam entre as linguagens do desenho e a da escultura, ampliando o diálogo com a obra de Cascaes. Uma proposta artístico-pedagógica que, mais do que propor um modelo a seguir, abre opções para a construção de novas leituras e diálogos entre as linguagens artístico-culturais.

Objetivo: Oferecer subsídios teórico-práticos para os(as) professores(as) e estudantes que instiguem a construção de mediações sensíveis entre as crianças e as obras de Franklin Cascaes no intuito de ampliar as possibilidades de fruição e atribuição de significados à obra deste artista, bem como expandir e fortalecer os processos de imaginação das crianças e sua produção artístico-cultural.

Público alvo: estudantes de artes visuais, pedagogia, história, entre outros cursos relacionados e professores da educação infantil e do ensino fundamental. Os certificados serão emitidos apenas para os inscritos que obtiverem 100% de freqüência na oficina.

Material necessário: lápis preto, lápis 6B e borracha macia.

Sobre a ministrante: Alessandra Mara Rotta de Oliveira é graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1998); mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001); doutora pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008) e doutorado sanduíche na Universitá Cattolica del Sacro Cuore (Milão/Itália, 2006-2007) tendo como tema de pesquisa “Escultura e imaginação infantil”. Experiência na área de Educação, com ênfase nas discussões acerca da Infância e da arte, atuando principalmente com os seguintes temas: infância, arte, cultura infantil, educação infantil, práticas pedagógicas e formação de professores. Pesquisadora vinculada ao Núcleo Infância, Comunicação e Arte (NICA-UFSC), Núcleo de Estudos e Pesquisas da Pequena Infância (NUPEIN) e ao Grupo de Pesquisa, Ensino e Extensão em Educação Estética (GEDEST- UNESC).

Público-alvo: professores de educação infantil e ensino fundamental, artistas, estudantes de artes e interessados. A carga horária do curso é de 06h distribuídas em duas tardes das 14h às 17h.

Para esta oficina serão disponibilizadas 30 vagas.

Pré-inscrição até 11 de novembro de 2008.

A oficina é gratuita, mas as vagas são limitadas. Interessados em participar devem encaminhar até o dia 11 de novembro de 2008 seu pedido de inscrição com os dados abaixo para museu.victor.meirelles@iphan.gov.br. O resultado da seleção será divulgado por e-mail até o dia 12 de novembro.

Nome da oficina:
Nome completo:
Telefone:
E-mail:
Formação:
Área de atuação profissional:
Instituição:
Por que tem interesse em participar desta oficina?
É membro da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles?

Pedimos aos inscritos que tiverem seu pedido de inscrição deferido e não puderem comparecer à oficina que avisem o quanto antes para que possamos disponibilizar as vagas para outros interessados.


Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days