Conversa com os artistas da exposição Gabinete – dia 24/06

A exposição “gabinete” é uma proposta dos artistas Diogo de Moraes, Fábio Tremonte, Marcelo Camparini e Rafael Campos Rocha. Essa exposição conta com desenhos, esculturas, vídeos, fotos, instalações, pequenas anotações, publicações, textos teóricos, sem demarcação de autoria ou separadas por nichos conceituais ou arquitêtonicos.

gabinete1

O “gabinete” é mais que uma exposição coletiva, é uma estrutura que se modifica de acordo com o lugar em que se apresenta Na versão proposta no Museu Victor Meirelles, foram convidados os artistas Alberto Peral, Aline Dias, Ana Elisa Egreja, Barbara Rodrigues, Cleverson Salvaro, Diego Rayck, Guy Amado, Henrique Oliveira, Joana Corona, Júlia Amaral, Lais Myrrha, Marcelo Amorim, Maria Carolina, Patrícia B, Paulo Gaiad, Roberto Freitas, Sílvia Jábali, Thiago Thomé, Veado Molhado.

gabinete2

Na última semana de julho, os artistas Augusto Benetti, Claudio Trindade, Diego de Los Campos, Lucila Vilela, Maíra Dietrich e Roberto Gorgati passaram a integrar a exposição.

gabinete4

O gabinete é uma exposição coletiva que deixa à mostra os procedimentos institucionais da exposição, elevando-os ao estatuto de obra. Nessa exposição, além de obras dos artistas responsáveis pelo projeto, apresentamos obras de outros artistas que esbarramos na sociabilidade, que, afinal, constitui o mundo da arte. Essas obras, como as nossas, têm o aspecto de anotações, pequenas experiências e intuições, ou seja, mais como detritos do processo artístico do que como obras acabadas. A exposição mesma é uma obra em processo, modificando-se de acordo com o lugar onde é apresentada e acrescentando novos nomes a suas fileiras. É uma exposição que trata do funcionamento institucional da arte e dos aspectos estruturais de sua prática. Empalhamos o elefante com as tripas pra fora, como escreveu um amigo meu a respeito de um amigo dele. rcr, 2009.

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days