Oficina teórica: “Viajantes franceses nos trópicos: da curiosidade seiscentista ao academicismo dos artistas franceses de 1816″

Dias 06 e 07 de maio de 2009
Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles
Das 14h às 18h

Lilia Moritz - Oficina

Nicolas-Antoine Taunay, Largo da Carioca em 1816, ca 1816, óleo sobre tela, 45x56cm

O Museu Victor Meirelles, em continuidade ao projeto Agenda Cultural 2009, promoverá nos dias 06 e 07 de maio, a oficina teórica “Viajantes franceses nos trópicos: da curiosidade seiscentista ao academicismo dos artistas franceses de 1816″, com a professora e pesquisadora Lilia Moritz Schwarcz (USP). Em consonância à parte do acervo do Museu Victor Meirelles, composto por obras do século XIX, a proposta desta oficina será enfocar este período a partir dos relatos dos viajantes e das artes plásticas.

No primeiro dia da oficina, Lilia Moritz Schwarcz trabalhará a partir do tema “O olhar viajante que ‘descobre’ o Brasil: entre a edenização e a detração”. No segundo encontro, o mote será “A colônia Lebreton: Nicolas-Antoine Taunay e seus trópicos difíceis”. No ano passado, Lilia publicou um livro sobre a obra de Taunay: “O Sol do Brasil: Nicolas-Antoine Taunay e as Desventuras dos Artistas Franceses na Corte de D. João (São Paulo, Companhia das Letras, 2008). Além disso, foi curadora da exposição internacional do mesmo pintor, realizada no Museu Nacional de Belas Artes e, posteriormente, na Pinacoteca do Estado de São Paulo.

Sobre a ministrante:
Lilia Moritz Schwarcz é professora titular no Departamento de Antropologia da Universidade de São Paulo (USP). Foi professora visitante nas Universidades de Oxford e de Leiden, de Brown e Colúmbia, é fellow da Guggenheim Memorial Foundation e faz parte do comitê científico do escritório brasileiro de Harvard. É autora, entre outros, de “Retrato em branco e negro – jornais, escravos e cidadãos em São Paulo de finais do século XIX” (São Paulo, Companhia das Letras, 1987), “O espetáculo das raças – cientistas, instituições e questão racial no Brasil do século XIX” (São Paulo, Companhia das Letras, 1993 e New York, Farrar Strauss & Giroux, 1999), “Raça e diversidade” (com Renato Queiroz, São Paulo, Edusp, 1997), Negras Imagens (com Letícia Vidor Reis, São Paulo, Edusp, 1997), “As barbas do Imperador – D. Pedro II, um monarca nos trópicos” (São Paulo, Companhia das Letras, Prêmio Jabuti/ Livro do Ano e New York, Farrar Strauss & Giroux, 2004), “No tempo das certezas” (co-autoria Angela Marques da Costa, São Paulo, Companhia das Letras, 2000), “Símbolos e rituais da monarquia brasileira” (Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2000), “Racismo no Brasil” (São Paulo, Publifolha, 2001), “A longa viagem da biblioteca dos reis” (com Paulo Azevedo, São Paulo, Companhia das Letras, 2002), “O livro dos livros da Real Biblioteca” (Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional/Odebrecht, 2003), “Registros escravos” (Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional, 2006). Coordenou o volume 4 da “História da Vida Privada no Brasil: contrastes da intimidade contemporânea” (São Paulo, Companhia das Letras, 1998). Foi curadora das exposições: “Virando vinte: política, cultura e imaginário em São Paulo, no final do século XIX” (São Paulo, Casa das Rosas, 1994-5), “Navio Negreiro: cotidiano, castigo e rebelião escrava” (São Paulo, Estação Ciência, 1994 e 1998), “A longa viagem da biblioteca dos reis” (Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional, 2003-4).

Pré-inscrição até 29 de abril de 2009.

A oficina é gratuita e tem como público-alvo estudantes, historiadores, artistas visuais, professores, entre outros interessados. Serão 40 vagas disponibilizadas. Interessados em participar devem encaminhar até o dia 29 de abril de 2009 seu pedido de inscrição com os dados abaixo para museu.victor.meirelles@iphan.gov.br. O resultado da seleção será divulgado por e-mail até o dia 30 de abril.

Nome completo:
Telefone:
E-mail:
Formação:
Área de atuação profissional:
Instituição:
É membro da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles?
Por que tem interesse em participar desta oficina?

Pedimos aos inscritos que tiverem seu pedido de inscrição deferido e não puderem comparecer à oficina que avisem o quanto antes para que possamos disponibilizar as vagas para outros interessados.

—————————————————
O quê: ”Viajantes franceses nos trópicos: da curiosidade seiscentista ao academicismo dos artistas franceses de 1816″, com Lilia Moritz Schwarcz (USP)
Onde: Sala multiuso do Museu Victor Meirelles.
Quando: 06 e 07 de maio de 2009, carga horária de 08h/a distribuídas em duas tardes (certificados serão emitidos apenas para os inscritos que obtiverem 75% de freqüência na oficina).
Quanto: Gratuita.

 

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days