Alicia Bustamante, um filme de Hanna Schygulla

filme hanna schygulla

Dia 19 de fevereiro de 2010, às 19h
Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles

Na mesma semana em que a 60ª edição do Festival de Berlim homenageia a atriz Hanna Schygulla pelo conjunto de sua obra, o Museu Victor Meirelles exibirá o primeiro longa metragem dirigido pela grande atriz alemã. O filme foi apresentado no último Festival Internacional de Nuevo Cine Latinoamericano de La Habana, em dezembro último, em Cuba, e gentilmente cedido por Hanna para ser exibido no Brasil. O filme possui 1h40 de duração e é falado em espanhol. Após a exibição, será comentado pelas professoras Brígida Miranda, Cláudia Aguiyrre e Maria de Lourdes Borges Alves.

Como o título indica, o tema é a vida da grande atriz e diretora cubana, Alicia Bustamante, amiga e parceira de Hanna em vários trabalhos artísticos. O documentário tem relatos memoráveis sobre sua infância e atividades em Cuba, ao lado de Che Guevara, sua atuação no cinema e na TV cubanos, com diretores como Gutiérrez Alea, Humberto Solás e Ruy Guerra, seus encontros com outros artistas, como Omara Portuondo, e seu trabalho no grupo Les Turpials, desde 1989, como atriz e diretora artística.

Sobre as mediadoras: 
Brígida Miranda é Ph.D. em Teatro pela La Trobe University (Austrália), Master of Arts in Theatre Practice pela University of Exeter (Inglaterra) e Graduada em Licenciatura em Educação Artística, Artes Cênicas pela UnB. Professora do Departamento de Artes Cênicas da UnB de 1996 a 1999. Atualmente é professora adjunta da UDESC nas áreas de Interpretação e Direção Teatral e sub-coordenadora do Programada de Pós-graduação em Teatro. Pesquisa nas áreas de teatro e gênero, treinamento de atores e interpretação para teatro e cinema. É atriz, diretora teatral e artista plástica.

Cláudia Aguiyrre é cineasta chilena, radicada no Brasil. Dirigiu o premiado “Mata…céu… e negros”. Tem graduação em jornalismo e especialização em Estudos Culturais pela UFSC (1996). Em 1997 integrou a equipe que desenvolveu o curso de cinema e vídeo da Unisul, onde trabalhou até 2009, como Professora. Dirigiu vários documentários, entre os quais Coisarada, Terey Mare-y, Fragmentos, Oleiros, Rendeiras, Imagens da Memória, e Yvy Pora – terras boas. Trabalhou na direção e produção de vários programas para TV no Brasil e no Chile. Mais recentemente ministrou cursos em Santo Antonio de los Banos, em Cuba e tem se dedicado à produção de documentários.

Maria de Lourdes Borges Alves é Pós-doutora pela University of Pennsylvania e pela Humboldt-Universitat zu Berlin, Doutora e Mestre em Filosofia pela UFRGS, com especialização em DEA Philosophie pela Université Paris 1(Panthéon-Sorbonne), Graduada em Física pela UFRGS. Atualmente é professora do departamento de filosofia e Secretária de Cultura e Arte da UFSC. Dentre suas publicações, há vários textos sobre as emoções em Kant, além do livro “Amor”, editado pela Zahar.

————————
O quê: Alicia Bustamante, um filme de Hanna Schygulla
Onde: Sala multiuso do Museu Victor Meirelles.
Quando: 19 de fevereiro de 2010, 19h.
Quanto: Gratuita.

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days