Conversa com Artista Elke Coelho

Exposição individual de Elke Coelho
“Ontem o dia estava assim e outras anotações gráficas”

Projeto Diálogos com a Desterro
“Ansicht der Stadt Nosso Senhor do Desterro auf der Insel St. Catharina”, 1814,
de Wilhelm Gottlieb von Tilesius von Tilenau

Elke Coelho, da série Ontem o dia estava assim, 2007, 15 x 16,5 cm, caneta, grafite e lápis de cor sobre papel.

Elke Coelho, da série Ontem o dia estava assim, 2007, 15 x 16,5 cm, caneta, grafite e lápis de cor sobre papel.

08 de dezembro de 2010
18h: Encontro com a Artista
19h: Abertura da exposição
Visitação: 08 de dezembro de 2010 a 17 de fevereiro de 2011

Na próxima quarta-feira, 08 de dezembro, às 19 horas, o Museu Victor Meirelles promove a abertura da última mostra selecionada pelo Edital de Exposições Temporárias 2010, com a individual da artista Elke Coelho, intitulada Ontem o dia estava assim e outras anotações gráficas. A exposição individual apresenta séries de obras onde o desenho é o registro de estados sensíveis que perpassaram a experiência cotidiana da artista. Neste sentido, as séries apresentadas possuem uma importante comunicação entre si, agindo, também, como uma espécie de diário gráfico, um registro frequente de percepções.

Segundo o texto escrito por Fernando Lindote para a exposição, “Elke instaura um espaço que supõe algum erro ao leitor apressado. A artista usa modos de representação, soluções gráficas e sistemas de amostragem que podem parecer, para um olhar ansioso e rápido, já conhecidos. (…) Elke tem algo para nos falar. Porém, esse algo não parece simples de ser colocado. Talvez porque não cessa de mudar enquanto a artista persegue sua manifestação. Fugidio, seu conteúdo não cansa de não ser representado”.

No mesmo dia, será aberta a nova edição do Projeto Diálogos com a Desterro, dentro da exposição de longa duração “Victor Meirelles: Construção”, com a obra “Ansicht der Stadt Nosso Senhor do Desterro auf der Insel St. Catharina”, de Wilhelm Gottlieb von Tilesius von Tilenau (1769-1857), artista, médico e explorador alemão, na época professor da Universidade de Moscou, naturalista (junto a Langsdorff) da primeira expedição de circunavegação russa (1803-1806). O desenho de Von Tilenau foi realizado na expedição do Capitão Tenente Adam J. von Krusenstern, a bordo Nadesha (Esperança) que chegou a Ilha de Santa Catarina em 21 de dezembro de 1803, partindo em 2 de fevereiro de 1804. A gravura foi publicada no Atlas zur Reise em São Petersburgo em 1814. A obra foi gentilmente emprestada pelo colecionador Ylmar Correa Neto.

Sobre a artista:
Elke Coelho
(São Paulo) possui graduação em Educação Artística – Licenciatura em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Londrina, 2005; especialização em Literatura Brasileira, pela mesma instituição, 2007 e mestrado em Artes Visuais – Poéticas Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2009. Participou de exposições coletivas e individuais, dentre elas: 2º Salão de Arte 10×10, Galeria de Arte Loíde Schwambach, Fundação de Artes de Montenegro / SESC – RS, 2009; Delicadezas Incisivas, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo – Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul – RS, 2009; Dos objetos e desejos de transparência, Sala de exposições da Divisão de Artes Plásticas, Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina – PR, 2006.
————————————–
O quê: Abertura da exposição Ontem o dia estava assim e Outras anotações gráficas de Elke Coelho e Projeto Diálogos com a Desterro.
Onde: Sala de exposição temporária do Museu Victor Meirelles.
Quando: 08 de dezembro de 2010, às 18h.
Quanto: Entrada gratuita

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days