Oficina teórica: Metrópole Comunicacional – a comunicação visual entre corpos e metrópole com Massimo Canevacci (Universidade de Roma “La Sapienza”)

Oficina Massimo Canevacci

Dias 30 de junho e 1º de julho de 2010, das 14 às 18h
Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles

O Projeto Agenda Cultural do Museu Victor Meirelles promoverá a oficina “Metrópole Comunicacional: a comunicação visual entre corpos e metrópole”, com o professor de antropologia cultural da Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade de Roma “La Sapienza”, Massimo Canevacci.

A oficina abordará as formas contemporâneas das políticas que têm incorporado a comunicação digital como constituinte de uma nova cidadania, não apenas determinada pelo Estado-Nação, mas flutuante entre os e-spaces (espaços eletrônicos materiais e imateriais). Nesta cidadania transitiva, segundo Canevacci, as clássicas taxonomias identitárias, tais como classes sociais, gênero, idade, etnicidade, território, entram em crise. A compreensão dessa nova metrópole passa pela observação do tipo de reforma, não somente urbanística, mas dos prédios, das lojas, dos espaços expositivos, dos museus que possuem como forma arquitetônica um desenho e também uma lógica pós-euclidiana. Por isso, verificar etnograficamente as modalidades complexas e flutuantes da metrópole comunicacional significa determinar como o consumo, a comunicação e a cultura produzem valores, não só no sentido econômico, mas valores antropológicos: visões do mundo, estilos de vida, linguagens corporais etc..

Sobre o ministrante:
Massimo Canevacci é professor de Antropologia Cultural e de Arte e Culturas Digitais na Faculdade de Ciências da Comunicação, Universidade de Roma “La Sapienza”. Desde 1984, ensina e faz pesquisa também no Brasil. Como professor visitante foi convidado em diversas universidades européias, norte-americanas e também em Tokyo (Japao), em Nankin (China) e em Florianopolis (UFSC). Entre as suas publicações estão: Comunicação Visual (São Paulo: Editora Brasiliense, 2009), Fetichismos Visuais, (São Paulo, Editora Atelier, 2008), La linea di polvere. I tropici tra mutamento e autorappresentazione (Roma, Meltemi, 2007), Culturas eXtremas (Rio de Janeiro, DPA, 2005), Sincretismos. Uma exploração das hibridações culturais, (São Paulo, Studio Nobel, 1996), A cidade polifonica. Ensaio sobre a antropologia da comunicação urbana (São Paulo, Studio Nobel, 1997). Diretor de Avatar, revista de antropologia, comunicação e artes visuais (Roma, Meltemi, 2001-2005). Como resultado de suas pesquisas sobre a cidade de São Paulo, recebeu no ano de 1995, do Presidente da Republica do Brasil, a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul.

Pré-inscrição até 24 de junho de 2010.

A oficina é gratuita e tem como público-alvo professores, artistas, estudantes, entre outros interessados. Serão 50 vagas disponibilizadas. Interessados em participar devem encaminhar até o dia 24 de junho de 2010 seu pedido de pré-inscrição com os dados abaixo para museu.victor.meirelles@iphan.gov.br. O resultado da seleção será divulgado por e-mail até o dia 25 de junho.

Título da oficina:
Nome completo:
Telefone:
E-mail:
Formação:
Área de atuação profissional:
Instituição:
É membro da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles?
Por que tem interesse em participar desta oficina?

Pedimos aos inscritos que tiverem seu pedido de inscrição deferido e não puderem comparecer à oficina que avisem o quanto antes para que possamos disponibilizar as vagas para outros interessados.

————————————-
O quê: Oficina teórica “Metrópole Comunicacional: a comunicação visual entre corpos e metrópole”, com Massimo Canevacci.
Onde: Sala multiuso do Museu Victor Meirelles.
Quando: 30 de junho e 1º de julho de 2010, das 14 às 18h
Quanto: Gratuita.

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days