Filme: Austin ⇔ Paris: um ruído entre Jane e Travis, de Leticia Cardoso

still leticia cardoso

Nesta quinta-feira, dia 24/11, o Projeto Agenda Cultural do Museu Victor Meirelles exibe o filme Austin Paris: um ruído entre Jane e Travis, de Leticia Cardoso.  O trabalho foi produzido durante a Bolsa Iberê Camargo de residência para artistas, realizada no Blanton Museum of Art University of Texas/Austin, de outubro a dezembro de 2009.

O vídeo foi editado por Yannet Briggler, com assistência técnica de Pedro MC e performances de André França e Leslie Moody de Castro. A duração é de 23 minutos e logo após a exibição, será realizado um bate-papo entre a artista e o público.

A sessão começa às 19 horas, na Sala de Exposições Temporárias do Museu Victor Meirelles. A entrada é gratuita e o museu alerta que a capacidade da sala é de 30 pessoas.

Sobre o filme de Letícia Cardoso, o curador Jailton Moreira escreveu o texto abaixo, constante do catálogo da mostra ConvivênciasDez anos da Bolsa Iberê Camargo, montada de 12 de novembro de 2010 a 20 de fevereiro de 2011, em Porto Alegre/RS.

“Paris/Texas/Austin/Florianópolis/Porto Alegre – Participei como júri da última edição da Bolsa Iberê Camargo, que contemplou o projeto de Letícia Cardoso Austin Paris: um ruído entre Jane e Travis com uma residência no Blantom Museum. Inspirada no filme de Wim Wenders – Paris, Texas – ela propôs fazer uma viagem pelo deserto americano até a cidade de Paris, cumprindo assim o ideal de Pasárgada acalentado pelos personagens do filme: a busca de um lugar de trégua e felicidade possível. Durante o trajeto, Letícia gravaria pequenas cenas, colhidas com o telefone celular para depois editá-las em contraponto à sequência do filme, quando o telefone é ao mesmo tempo aparelho de aproximação e distância entre Jane e Travis.

“Visitando Letícia no outono chuvoso de Florianópolis, comentei a possibilidade de utilizarmos o auditório da Fundação como espaço adequado para a exibição do seu trabalho, já que no filme de Wenders o paralelo da sequência do peep show com o público da sala de cinema é evidente. Da mesma forma que o personagem masculino, praticamos o voyeurismo ao mergulharmos, protegidos pelo anonimato da escuridão, num plano repleto de luzes onde a vida se teatraliza. O ambiente de uma sala de projeção é insubstituível para que este espelhamento possa ser provocado. Letícia aceitou, animada, o desafio”.

Leticia Cardoso é graduada em Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Santa Catarina em 2001 e mestre em Poéticas Visuais no Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2005. Atualmente participa do 32º Panorama da Arte Brasileira do MAM-SP. Em 2010, participou da mostra Convivência na Fundação Iberê Camargo, de Porto Alegre. Em 2009 recebeu a Bolsa de Residência para Artistas pela Fundação Iberê Camargo no Blantom Museum of Arts na Universidade do Texas em Austin, no Texas. Em 2008, ganhou o Prêmio FUNCINE de Produção Audiovisual Armando Carreirão, de Florianópolis, Bolsa Residência de Artista para o SPA das Artes em Recife e foi selecionada pelo Projeto de Intervenção Schawnke, de Joinville. Em 2002, recebeu Menção Especial no 59º Salão Paranaense do MAC-PR e participou do Salão Schwanke de Arte Contemporânea, de Jaraguá do Sul. Em 2001 foi contemplada pelo Projeto Rumos Itaú Cultual Artes Visuais 2001/2003, São Paulo, e com o primeiro Prêmio V Salão Novos Valores nas Artes Plásticas-Pintura, pela Fundação Franklin Cascaes, de Florianópolis. Coordenou de 2007 a 2009 o Centro Cultural Arquipélago, junto com a artista Fabiana Wielewicki.

——————————————————–

Exibição de filme seguido de debate

Austin Paris: um ruído entre Jane e Travis, de Leticia Cardoso
Dia 24 de novembro de 2011, quinta-feira, às 19 horas
Museu Victor Meirelles
Rua Victor Meirelles, 59 – Centro – Florianópolis/SC
Entrada Gratuita

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days