“Tributo a Victor Meirelles: 180 anos de nascimento do artista”

Museu celebra 180 anos de nascimento de Victor Meirelles

victor

O Museu Victor Meirelles preparou para este mês de agosto uma agenda especial de eventos, intitulada de Semana Victor Meirelles, em comemoração os 180 anos de nascimento do artista.

A data efetivamente se completa no dia 18, sábado, mas a programação festiva começa já no dia 14, terça-feira, com a doação de duas obras ao acervo do museu, e se estende até o dia 24, sexta-feira. Neste período de celebrações vários eventos estarão acontecendo, todos gratuitos e abertos à comunidade.

O primeiro grande evento é a cerimônia de entrega de duas obras doadas pela Sra. Sara Regina Poyares dos Reis ao Museu Victor Meirelles. A solenidade acontece no dia 14, às 19 horas, na sala de exposições temporárias.  As obras doadas são uma pintura de Victor Meirelles, Estudo de Traje, e outra de um de seus alunos, Oscar Pereira da Silva. Esta é a terceira vez que o museu recebe doações de Sara dos Reis. Na primeira, ocorrida no ano de 2008, a obra doada foi um óleo sobre tela, Estudo para Batalha dos Guararapes, circa 1874-1878, de Victor Meirelles, e em março de 2009 foram cinco as obras recebidas pelo Museu, todas de autoria de alunos de Victor Meirelles que frequentaram a Academia Imperial de Belas Artes.

Estação da Música Especial

O projeto Estação da Música do Museu Victor Meirelles também estará presente nas celebrações dos 180 anos de nascimento de Victor Meirelles, apresentando os músicos Alegre Corrêa e Guinha Ramires.  O show Inconsciente Coletivo acontece nesta terça-feira, 14 de agosto, às 19h30min.

guinha e alegre

180 anos de nascimento de Victor Meirelles

Abertura da exposição Tributo a Victor Meirelles: 180 Anos de Nascimento do Artista.  A exposição apresenta obras de Victor Meirelles pertencentes a coleções particulares, instituições públicas e ao acervo do próprio Museu.  É composta por telas de sua autoria e também por obras realizadas por seus mestres e discípulos. A abertura será no dia 18 de agosto, sábado, às 11 horas e as visitações vão até 16 de setembro de 2012.

A exposição vai possibilitar ao público ainda a apreciação de vários trabalhos de Victor Meirelles que integram os seus famosos Estudos de Traje Italiano, série produzida entre os anos de 1852 e 1854, quando o artista realizava os estudos na Itália. Nesta série destacam-se os trajes, as texturas e cores dos tecidos, além da postura do modelo vivo. Em todos eles percebe-se que Victor Meirelles procurou retratar o caimento dos tecidos e as diferentes poses e acessórios dos personagens, remetendo, em muitas ocasiões, a atividades profissionais, como as das religiosas, dos camponeses e caçadores. Estes retratos, cuja temática e a maneira de desenhar e pintar não estão inseridas na tradição neoclássica, são relacionados a uma vertente específica da pintura italiana, sobretudo dos Nazarenos, movimento que influenciou vários artistas, entre eles Tommaso Minardi, um dos mestres de Victor Meirelles.

Além das obras pertencentes a colecionadores particulares, duas das obras a serem expostas pertencem ao Museu Histórico de Santa Catarina e à Irmandade de Senhor Jesus dos Passos. A ideia da exposição é expor obras que normalmente não se encontram disponíveis à visitação pública deste que foi o maior nome da pintura brasileira no século XIX.

Nesta homenagem que o Museu Victor Meirelles pretende fazer ao seu artista aniversariante, a comunidade de Florianópolis é também uma convidada especial do Museu para que celebre a data e se sinta também homenageada com esta exposição.

Encontro com o Curador

Uma extensão da série Encontro com o Artista, o Museu Victor Meirelles faz nesta terça-feira, dia 21, às 18h30min, o Encontro com o Curador. Para a ocasião foi convidado Moacir dos Anjos que é pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco e foi o curador da última edição da Bienal de São Paulo. O evento segue os moldes dos tradicionais Encontros e propõe um bate-papo sobre curadoria e artes visuais.  A entrada é gratuita.

moacir dos anjos2

Sessão solene na Alesc

No dia 22 de agosto, às 19 horas, haverá uma Sessão Solene na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina em homenagem aos 180 anos de nascimento de Victor Meirelles. A sessão será realizada no Plenarinho da Assembleia e tem como objetivo principal registrar a passagem da data comemorativa, completada no dia 18, além de ser também uma oportunidade para que se registre a importância e a contribuição deste ilustre catarinense no cenário artístico brasileiro.

Oficina de História da Arte

Modernidades Possíveis – A Arte brasileira no final do Século XIX. Este o título da oficina que o Museu Victor Meirelles realiza nos dias 23 e 24 de agosto, das 14 às 18 horas, nas dependências do Museu da Escola Catarinense/Udesc. A ministrante é a professora doutora Leticia Squeff, do Departamento de História da Arte, da Universidade Federal de São Paulo.

Durante longo tempo a arte do século XIX no Brasil foi vista como opaca às transformações artísticas da Europa. Falava-se, por exemplo, no descompasso entre o que era produzido na Academia de Belas Artes carioca e as artes francesas. Ou que os “nossos” artistas que viajavam para a Europa “não viram” o impressionismo, nem tampouco outras manifestações “anti-acadêmicas”.  As artes visuais teriam permanecido mergulhadas num longo e tedioso neoclassicismo do qual só emergiriam em 1922. Só com o modernismo finalmente as artes locais teriam alcançado o necessário e redentor aggiornamento.

Leticia Squeff é professora de História da Arte Ocidental nos séculos XVIII e XIX no Departamento de História da Arte da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. É autora dos livros Uma Galeria para o Império (Edusp, no prelo) e O Brasil nas Letras de um Pintor (Editora da Unicamp, 2004), e também de diversos artigos sobre cultura e arte no Brasil e na América Latina.

leticia2

Estação da Música – Duo de Acordeom e Violão

O projeto Estação da Música do Museu Victor Meirelles apresenta nesta quinta-feira, dia 23, às 19 horas, o duo de Acordeom e Violão formado pelos músicos Arthur Boscato e Ismael Bianchi.

No programa obras eruditas e populares, às vezes contemporâneas ou antigas, mas todas com um viés jazzístico trazido pela influência da dupla ou pelo próprio conceito instrumental vivenciado pelos músicos.  Os destaques são Astor Piazzolla e Jacob do Bandolim, com passagens pelo cancioneiro regional e por Luiz Gonzaga, um tributo obrigatório e inevitável do acordeom ao seu mestre maior.

A Semana Victor Meirelles é uma atividade da Agenda Cultural do Museu Victor Meirelles, que conta com o patrocínio da Tractebel Energia, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.  A entrada é gratuita para todos os eventos.

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days