Revista Eletrônica Ventilando Acervos nº 01

Museu Victor Meirelles publica Revista Eletrônica

http://ventilandoacervos.museus.gov.br

O Museu Victor Meirelles publica, a partir deste mês de novembro de 2013, a Revista Eletrônica Ventilando Acervos, iniciativa do Grupo de Estudos Política de Acervos, que tem como objetivo de desenvolver, reunir e socializar práticas e conhecimentos acerca da gestão de acervos em museus.

A Revista objetiva reunir um arcabouço teórico para auxiliar os museus a elaborar as suas Políticas de Acervos, documento que estabelece diretrizes gerais para a conceituação e o gerenciamento de acervos por meio da definição de processos e procedimentos técnicos concernentes à aquisição, à documentação e ao descarte das coleções. Por outro lado, a publicação visa disseminar as experiências dos museus que já elaboraram suas Políticas de Acervos, trocando práticas e exemplos de referência para a reflexão sobre as atividades realizadas, os profissionais envolvidos, as dificuldades encontradas e os caminhos escolhidos.

A Revista Ventilando Acervos está dividida em três linhas básicas de abordagens. A primeira, Gestão de Acervos em Museus, trata das bases conceituais, das diretrizes internacionais e da história da Museologia, da Documentação e da Gestão de acervos arquivísticos, bibliográficos e museológicos em museus.

A segunda versa sobre o Colecionismo e parte dos debates em torno do ato de colecionar, de reunir elementos da realidade em nível tanto individual quanto coletivo, refletindo sobre nossa relação com o patrimônio na construção e afirmação de identidades e memórias.

capa site

Por fim, a terceira abordagem cuida do passo a passo de uma Política de Acervos, ou seja, o lado prático da construção do documento: como organizar o pensamento e estabelecer um método para elaboração de uma Política de Acervos; com quem trabalhar; quais as influências a considerar e as questões a serem registradas ou omitidas e como transformar o exercício do planejamento em efetiva ação nos museus.

O Museu Victor Meirelles lembra, portanto, que os pesquisadores e profissionais da área dos museus estão convidados a encaminhar Artigos, Relatos de Experiência, Entrevistas ou Resenhas para serem selecionados, conforme Chamada de Trabalhos a ser divulgada anualmente a cada número da Revista. No site tem as normas de publicação.

O Grupo de Estudos Política de Acervos foi iniciado em novembro de 2011 e tem como objetivos levantar fontes de estudos sobre o tema e trocar conhecimentos e experiências quanto à aquisição, gestão e descarte de acervos em museus.

A iniciativa surgiu da necessidade de o Museu Victor Meirelles estabelecer a sua própria Política, uma vez que uma recente coleção de arte contemporânea, a qual tem sugerido novos possíveis sentidos para o museu, soma-se à coleção de estudos e esboços do artista Victor Meirelles de Lima.

Os Artigos

Os artigos selecionados para este primeiro número da Revista são: “O desafio biográfico e os museus-casa: Eufrásia Teixeira Leite e o Museu Cada da Hera”, de Eneida Quadros Queiroz, uma a reflexão sobre a importância de uma coleção particular e biográfica para a compreensão de fenômenos históricos e o exercício da memória; o questionamento sobre os limites de ações curatoriais que representam as práticas de museus de arte como processos poéticos, tratados no artigo “Tensões entre a criação e a mediação da arte: o papel do museu”, de Emerson Dionisio Gomes de Oliveira, e “Em torno da serventia atual dos museus: algumas reflexões sobre políticas de aquisição”, de José Neves Bittencourt, uma reflexão teórica sobre as noções de museu, patrimônio cultural e cultura material, bases de discussão para o estabelecimento de políticas de aquisição nos museus da atualidade.

O primeiro Relato de Experiência está no “A coleção capoeira do Museu Afro-brasileiro (MAFRO/UFBA): os mestres Pastinha, Bimba e Cobrinha Verde e a documentação museológica”, das autoras Dora Maria Galas, Joseania Miranda Freitas e Sandra Kroetz.  O relato apresenta reflexões sobre a doação de conjuntos museológicos de reconhecidas personalidades da Capoeira na Bahia, as atividades de documentação museológica realizadas pelo MAFRO/UFBA e as análises decorrentes desse processo.

Alejandra Saladino apresenta o segundo Relato da edição “Para uma Política de Acervo do Museu da República”, que socializa alguns rumos tomados até o momento pelo Museu da República/IBRAM nas etapas de planejamento, diagnóstico e elaboração de sua Política de Acervo.

A Sessão Ventilando Acervos traz ainda a resenha “Perfil de uma biblioteca, traços de um leitor: estudos sobre o acervo de um professor – Victor Márcio Konder (1920 – 2005)” de Carolina Cechella Philippi e Maria Teresa Santos Cunha, que apresentam o projeto de pesquisa, documentação e conservação do acervo documental do intelectual e político catarinense Victor Konder.

A Revista Eletrônica Ventilando Acervos conta com o patrocínio da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles.

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days