Mesa-redonda: “Arte contemporânea no contexto da cibersociedade”

O Museu Victor Meirelles/Ibram realiza, na próxima quarta-feira, dia 13 de dezembro, a partir das 18:30h, a mesa-redonda “Arte contemporânea no contexto da cibersociedade”. O objetivo é abrir um espaço para reflexão e debate sobre a arte e o conhecimento em um momento em que quase todo o planeta está imerso em uma cultura global surgida a partir da expansão dos meios de comunicação suportados pelas tecnologias digitais: a era da cibercultura.

mindA atividade encerra a oficina “Hipermídia e cibercultura: desafios da arte na mídia convergente”, que acontece nos dias 11, 12 e 13 de dezembro. Não é necessário estar inscrito na oficina para assistir e participar dos debates. O encontro é dirigido a todos que se interessem por esse ‘olhar’ para onde tais processos imbricam-se.


Da sociedade tribal à cibersociedade

primitivoPainel “Um confronto entre a sociedade tribal pré histórica com a Cibersociedade atual”, com o professor Tarcisio Vanzin, trazendo reflexões sobre as mudanças sociais e cognitivas ao longo da história causadas pelo domínio da tecnologia.

Vanzin é professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 1975. Mestre e doutor em Engenharia de Produção, é orientador de pesquisas de mestrado e doutorado junto aos programas de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo e Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento. Tem publicações na área de Hipermídia, cibersociedade, acessibilidade e inclusão Digital com foco nas Inovações tecnológicas e compartilhamento de conhecimento; ambientes virtuais de aprendizagem inclusivos, cidades criativas, humanas e inteligentes.


Cultura Digital na Arte Contemporânea

CyberPainel “Outros lugares e circuitos: Game-arte, Internet e Cultura Digital na arte contemporânea”, com o professor Rodrigo Montandon Born, que aborda o pensar sobre o espaço virtual como um espaço possível e mesmo importante nas artes visuais, considerando que o uso de tecnologias é um território em constante disputa e que muitos críticos ainda separam os processos artísticos que utilizam tecnologias.

Born é professor na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), ministrando as disciplinas de Desenho, Desenho Digital e Animação Digital. Mestre em Artes Visuais, seus principais trabalhos, Desenhos nas cidades (2010) e Verbo (2010), receberam premiação do Instituto Sérgio Motta de Arte e Tecnologia em São Paulo. Atualmente cursa doutorado em Artes Visuais, na UDESC, e desenvolve pesquisas sobre os meios digitais nas artes visuais, pintura e escultura digital e game-arte.


Mídia Convergente

sswordPainel “Hipermídia e cibercultura: desafios da mídia convergente”, com a jornalista e pesquisadora Silvia Quevedo, discutindo conhecimento e arte como processos cognitivos dos indivíduos e grupos sociais frente aos recursos comunicacionais da tecnologia, na era da cibercultura.

Silvia Quevedo tem doutorado e pós-doutoramento em Mídias do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atuou como repórter da Folha de São Paulo e Diário Catarinense (RBS), em Florianópolis, e da Rádio Guaíba e jornal Correio do Povo, em Porto Alegre (RS). Em 2015, recebeu o Prêmio Jabuti (1º lugar na categoria Educação e Pedagogia), como coautora do livro Práticas da Interdisciplinaridade no Ensino e Pesquisa, com o capítulo Interdisciplinaridade como ferramenta de inclusão em ambiente de aprendizagem. Atualmente é pesquisadora da área de Mídias do Conhecimento, atuando nos seguintes temas: hipermídia, cibersociedade, avaliação de interface, ambientes virtuais de ensino aprendizagem.


Fotos do evento:


Mesa-redonda: “Arte contemporânea no contexto da cibersociedade”, com Tarcisio Vanzin, Rodrigo Montandon Born e Sílvia Regina Pochmann de Quevedo
dia 13 de dezembro, às 18:30 horas
Rua Rafael Bandeira, 41 – Centro – Florianópolis/SC
Tel.: 48 3222-0692
Gratuito

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days