12ª Primavera dos Museus

A cada edição da Primavera dos Museus, o Instituto Brasileiro de Museus – Ibram lança um tema para fomentar as discussões e inspirar os eventos propostos pelos museus e instituições culturais. O tema desse ano de 2018 vem celebrar a dimensão educativa dos museus em todos os seus aspectos e sua importância na dinamização dos espaços museais. O propósito é que os museus sejam reconhecidos como espaços plurais, que propiciam vivências diversas e trocas constantes de conhecimentos e experiências e, nesse sentido, a educação permeia tudo isso.

Nesta 12ª Primavera dos Museus o Ibram convida o público e as instituições a refletirem sobre o lugar da educação nos museus brasileiros e os desafios e perspectivas dessa modalidade educacional para promover a valorização da formação integral em interação com uma reapropriação do espaço museal.cabeçalho


No Museu Victor Meirelles a programação do evento começa na sexta-feira, dia 14, às 16 horas, com a palestra Ressignificando Espaços Urbanos – Diálogo Arquitetura e Arte. Ministrada pelo artista visual Eduardo Frota, o encontro tem como proposta um diálogo a partir de dois vetores: a Arquitetura como espaço físico a ser ressignificado e a Arte como categoria de conhecimento humanista dentro da história das culturas.

Frota abriu recentemente a exposição des/Construir Sobre Ruínas, um projeto concebido especialmente para um dos galpões da Fábrica de Arte Marcos Amaro-FAMA, na área central da cidade de Itu, em São Paulo, onde funcionou uma indústria têxtil e que hoje abriga a sede da Fundação Marcos Amaro.

Cearense de Fortaleza e professor de arte, Eduardo Frota é formado em Arte na Educação pela Escolinha de Arte do Brasil-EAB, no Rio de Janeiro. Possui licenciatura em Educação Artística pelas Faculdades Integradas Bennet e frequentou a Escola de Artes Visuais-EAV, no Rio de Janeiro. Na década de 90 foi cofundador e coordenador do núcleo de artes plásticas do Alpendre Casa de Arte, no Ceará, e em 2001 foi curador adjunto do II Programa Rumos Visuais Itaú.


Seguindo a programação, no dia 19, quarta-feira, das 10 às 12 horas, acontece a Oficina de Estêncil, atividade direcionada a jovens de 14 a 16 anos, tendo como professoras Anete George, Katia Speck e Mylena Nuernberg. O título da oficina é Experimentando Diferentes Formas de Múltiplos e partirá da introdução ao estêncil como técnica da linguagem da gravura, apresentando um panorama do histórico da linguagem, a questão do múltiplo na arte, os artistas referências e como produzir, além dos materiais necessários e os procedimentos adequados.

As inscrições devem ser feitas através do endereço eletrônico mvm.educativo@museus.gov.br. A oficina ocorre em diálogo com a exposição atual do Museu Victor Meirelles, Gravuras, de Glauco Rodrigues, artista que se utiliza de diversas técnicas de gravuras em suas obras, retratando o contexto social e político do Brasil e criando ligações tanto com a técnica da gravura quanto com a arte urbana.


No sábado, dia 22, das 10 às 12 horas, é a vez da oficina de fotografia Museu Imaginário. Ministrada pela fotógrafa do Museu Victor Meirelles, Ana Viegas, a oficina propõe um trabalho em grupo com cianotipia sobre tecido. A ministrante solicita aos participantes que tragam objetos, transparências e recortes que possam ser impressos por contato (fotograma) e que remetam ao tema. Caso o sol não apareça, haverá atividade fotográfica com câmera artesanal.

Os trabalhos serão acompanhados por trilha sonora escolhida para a ocasião.


No encerramento da 12ª Primavera de Museus, dia 01 de outubro, segunda-feira, às 14 horas, haverá o lançamento do Caderno da Política Nacional de Educação Museal – PNEM. O evento é uma realização conjunta da Rede de Educadores de Museus-REM e do IBRAM e acontece no auditório do Palácio Cruz e Souza, no Museu Histórico de Santa Catarina.

A programação começa às 14 horas com o painel A Rede de Educadores de Museus de Santa Catarina-REM/SC e a Construção da PNEM, apresentado por Denilson Antonio, coordenador da REM, curador e educador do Museu Hassis e Maria Helena Rosa Barbosa, educadora do Museu de Arte de Santa Catarina.

Às 15 horas a técnica do Museu Victor Meirelles, Rita Matos Coitinho, da equipe de redação da PNEM, faz a apresentação do Caderno e em seguida, às 16 horas, tem o painel Construindo Indicadores para Acompanhamento e Avaliação da PNEM – Contribuição do Cadastro Estadual de Museus, com apresentação da equipe do Sistema Estadual de Museus de Santa Catarina.

O Museu Victor Meirelles está funcionando na sua sede provisória, à Rua Rafael Bandeira, nº 41, Centro – Florianópolis.


12ª Primavera dos Museus no Museu Victor Meirelles
Dia 14/9 – às 16 horas – Ressignificando Espaços Urbanos –
Diálogo Arquitetura e Arte. Palestra com Eduardo Frota
Dia 19/9 – das 10 às 12 horas, Oficina de Estêncil
Com Anete George, Katia Speck e Mylena Nuernberg
Dia 22/9 – das 10 às 12 horas – oficina de fotografia Museu Imaginário – Com Ana Viegas
Dia 24 – às 14 horas – lançamento do Caderno da Política Nacional de Educação Museal – PNEM – Palácio Cruz e Souza
Museu Victor Meirelles
Rua Rafael Bandeira, nº 41, Centro – Florianópolis/SC
Tel.: 3222-0692
Entrada Gratuita

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days