Victor em Jogo

Existente desde 2006, o projeto propõe uma abordagem lúdica para que crianças e adolescentes, ao visitarem o museu, sejam motivados a olhar as obras e tecer relações com o contexto em que elas foram produzidas e com a atualidade, de modo atraente, que os instigue a buscar mais informações acerca da arte e sua história. O projeto, atualmente, está vinculado à modalidade de mediação “Visita com Materiais Lúdicos”.
Os jogos propostos, que variam de acordo com a faixa etária, são: Jogo de dominó, Quebra-cabeça, Jogo da memória, Mico, Jogo de tabuleiro e Retrato-falado. Além desses jogos em formato físico, há também os chamados jogos virtuais, os quais podem ser acessados através do site do MVM.
Existem os seguintes jogos físicos:

Faixa etária: de 5 a10 anos

• Jogo de dominó com diferentes imagens produzidas por Victor Meirelles, mostrando um panorama das imagens do acervo;
• Jogo de montagem da face, manipulado digitalmente a face do Retrato de Victor Meirelles “Retrato de Mulher”, foram retirados os olhos, nariz e boca, a proposta é encontrar as partes corretas do retrato, já que as peças para remontar o retrato consistem também em partes de faces de fotografias contemporâneas;
• Jogo de montagem de figurino, uma modelo com roupas de baixo deve ser vestida com trajes do século XIX, os trajes desse período são retirados dos estudos de Victor Meirelles, mas as peças do jogo também são compostas por peças da vestimenta contemporânea;
• Encontrando os detalhes é um desafio aos visitantes, são fornecidas fichas com detalhes das obras que devem ser encontradas pelo visitante na sala de exposição;
• Quebra-cabeça com a imagem da Vista de Desterro, reforça o olhar para os detalhes da representação do espaço urbano no século XIX;
• Jogo da memória com imagens dos trajes italianos e com imagens dos retratos de Victor Meirelles;

Faixa etária: de 7 a 11 anos

• Jogo da memória com as imagens de pintura histórica, encontrar os detalhes e ou estudos da pintura original;
• Mico, a carta mico é o retrato “A Morta”, juntar os pares, ou seja, obras com seus respectivos estudos e ou detalhes, enfatizando a importância dos estudos e chamando atenção para os detalhes;
• Retrato-falado, fichas com os retratos de Victor Meirelles, incitando o olhar do visitante para ater-se aos detalhes das obras. Em duplas ou em grupos, um sorteia a ficha com o retrato e o descreve para que o parceiro a desenhe.

Faixa etária: de 12 a 16 anos

• Jogo de tabuleiro, dinâmico e divertido o jogo com as obras do Museu Victor Meirelles enfatizam os conhecimentos contextuais e a percepção das imagens;
• Retrato-falado, fichas com os retratos de Victor Meirelles, incitando o olhar do visitante para ater-se aos detalhes das obras. Em duplas ou em grupos, um sorteia a ficha com o retrato e o descreve para que o parceiro a desenhe.

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days