Sérgio Ferro – “Exposição de Desenhos e Gravuras”

Sem título, circa 1995, Grenoble, França, Grafite com aguada de tinta acrílica e colagem com papel alumínio sobre papel, 61,0 x 45,7 cm, Acervo MVM

Sem título, circa 1995, Grenoble, França, Grafite com aguada de tinta acrílica e colagem com papel alumínio sobre papel, 61,0 x 45,7 cm, Acervo MVM

Sérgio Ferro Pereira (Curitiba/PR-1938). Pintor, desenhista, arquiteto e professor. Forma-se arquiteto pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAU/USP, em 1962. Três anos depois, faz pós-graduação em museologia e evolução urbana, na mesma faculdade. Em 1965, participa da organização da mostra Opinião 65, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – MAM/RJ, onde também expõe. Cursa semiologia na Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, em 1966. Na década de 1960, integra com Flávio Império (1935 – 1985) e Rodrigo Lèfevre (1938 – 1984) o Grupo Arquitetura Nova. É professor da Escola de Formação Superior de Desenho, entre 1962 e 1968; do curso de história da arte e de estética da FAU/USP, de 1962 a 1970; e do curso de arquitetura da Universidade de Brasília – UnB, entre 1969 e 1970. Por causa da ditadura militar no Brasil, muda-se para a França, em 1972. De 1972 a 2003, leciona na École Nationale Supérieure d’Architecture de Grenoble [Escola Nacional Superior de Arquitetura de Grenoble], na Suíça, e, na mesma universidade, funda o laboratório Dessin/Chantier [desenho/canteiro] e o dirige de 1982 a 1997. Realiza pinturas figurativas, inspirando-se principalmente em figuras presentes nos desenhos e pinturas de Michelangelo Buonarroti (1475 – 1564). Recebe o prêmio de melhor pintor da Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA, em 1987.  Publica, entre outros, os livros O Canteiro e o Desenho, 1979, Michelangelo: Notas por Sérgio Ferro, 1981, e Michel-Angel, Architecte et Sculpteur, 1998. Realiza murais para várias instituições na França e no Brasil, como o Memorial da América Latina, em 1990, e o Memorial de Curitiba, em 1996 e em 2002.

Fonte: www.itaucultural.org.br

 

Visitações:

Exposição aberta de 20 de setembro a 19 de dezembro de 1995.

Horários:

Aberto de terça a sexta-feira, das 10h às 18h.
Sábados das 10h às 14h.

Informações:

(48) 3222-0692
museuvictormeirelles.museus.gov.br
mvm@museus.gov.br

 

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days