José de Quadros – “Memória Insular”

"Memória Insular - Mercado", nov. 1998 / fev. 1999, Kassel, Alemanha, Técnica mista (óleo, acrílica, carvão, giz industrial sobre papel), 49,7 x 69,5 cm, Acervo MVM

“Memória Insular – Mercado”, nov. 1998 / fev. 1999, Kassel, Alemanha, Técnica mista (óleo, acrílica, carvão, giz industrial sobre papel), 49,7 x 69,5 cm, Acervo MVM

Quando me propus a fazer este trabalho, concebido especialmente para a presente mostra, no Museu Victor Meirelles, tinha como objetivo preencher duas necessidades: uma, de atender a especificidade do museu; a outra, mais decisiva, a vontade própria de trabalhar minha visão poética, em relação às imagens da Ilha de Santa Catarina, que tenho tão vívidas e presente na minha memória.

Durante o outono’98,  numa Alemanha mergulhada em pleno inverno europeu, estes trabalhos começaram a serem desenvolvidos no meu atelier, na Faculdade de Belas Artes de Kassel, que fica dentro do Parque Kalrsaue. Lá dentro,  a mais de 10.000 km da Ilha, eu me ocupava com imagens que estavam fortemente impregnadas na minha memória. Elas tinham que tomar forma e ter vida própria….imagens da Ilha, que eu em diversas ocasiões,  havia  registrado em inúmeras fotos – as quais eu já considerava como um referencial  para um trabalho a ser desenvolvido numa oportunidade futura…..

O memória insular  compõe-se de uma série de 35 trabalhos, dos quais 16 estão sendo mostrados aqui.  Cada trabalho baseia-se numa foto, a pintura começa  de forma realista, para pouco a pouco ser “destruída” por várias  grossas camadas de tinta a óleo , abstraindo  quase toda pintura original.  Com desenhos-traços-rabiscos  tenta-se recuperar algo do motivo original, na busca de que o expectador mais sinta do que veja…..

Em alguns trabalhos foi inserido um esquema de uma tomografia computadorizada, elemento que faz parte dos meus trabalhos anteriores, fazendo uma referencia ao ser humano, mas no caso dos trabalhos apresentados no MVM,  refere-se diretamente à memória.

As imagens aqui mostradas, de forma distorcidas, talvez seja uma oportunidade  para os “insulanos”  a ver sua própria realidade de uma outra forma, talvez como um forasteiro a vê. Talvez seja uma pequena declaração a Ilha….

 José De Quadros, Florianópolis 25.02.99

“Memória Insular são recordações da Ilha de Santa Catarina que foram com José De Quadros para a Alemanha e agora retornam em forma de palimpsestos, substratos das vivências e constatações que guardam em seus interstícios a memória dessa passagem-paisagem. Assim, José transforma suas experiências em anamnese através da sucessão de revestimentos de tinta que cobrem tomografias do próprio artista, figuras esquematizadas, desenhos e palavras, espécie de diários para aguçar nosso olhar e desvelar seus estratos, suas memórias.”

 Regina Melim, janeiro/ 99

Visitações:

Exposição aberta de 24 de fevereiro a 11 de abril  de 1999.

Horários:

Aberto de terça a sexta-feira, das 10h às 18h.
Sábados das 10h às 14h.

Informações:

(48) 3222-0692
museuvictormeirelles.museus.gov.br
mvm@museus.gov.br

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days