Tommaso Minardi e Victor Meirelles – “O Mestre e seu Discípulo”

Na próxima quarta-feira, dia 19 de setembro, às 19h, o Museu Victor Meirelles promove a abertura da exposição O mestre e seu discípulo: Tommaso Minardi e Victor Meirelles, que reune desenhos de Victor Meirelles e de seu mestre italiano. É a primeira vez que obras de Tommaso Minardi serão expostasem Santa Catarina, serão três de Victor Meirelles pertencentes ao Museu Victor Meirelles e quinze de Minardi pertencentes a um colecionador particular.

Tal mostra irá permitir que se perceba as influências e afinidades herdadas por Victor Meirelles de seu mestre italiano em sua fase de aprendizado em pensionato da Itália, de 1852-56. Tommaso Minardi nasceu em Faenza, em 1787, e morreu em Roma, em 1871. Como figura importante do Purismo italiano, Minardi prezava pela recuperação da simplicidade estilística e pelo puro sentimento da natureza. A técnica evidencia-se como ponto essencial da sua obra. Foi professor de desenho de1821 a 1858, na Academia de São Lucas, em Roma, onde Victor Meirelles foi seu aluno.

Duas Figuras de um Velho Sentado com Compasso e Prancheta: Detalhes, Tommaso Minardi, 1810/1820, Itália, Grafite e giz sobre papel, 53,0 x 40,5 cm

Duas Figuras de um Velho Sentado com Compasso e Prancheta: Detalhes, Tommaso Minardi

Tommaso Minardi (Faenza, 1787 – Roma, 1871)

Estudou arte, especialmente desenhoem Faenza. Mudou-se em 1803 para prosseguir seus estudos artísticos em Roma graças a uma bolsa de 5 anos recebida pela Companhia de São Gregório. Em 1810 venceu um concurso instituído pela Academia de Belas Artes de Bologna garantindo assim uma pensão por três anos em Roma, onde trabalhará até o fim de sua vida relacionando-se com a vida artística e política da cidade. De1819 a 1822 foi diretor da Academia de Belas Artes da Perugia e de1821 a 1958 foi professor de desenho da Academia de São Lucasem Roma. Com o tempo Minardi vai fortalecendo sua imagem até tornar-se artista oficial do governo papal.

Vista da exposição

Vista da exposição

Victor Meirelles de Lima (Desterro, atual Florianópolis, 1832 — Rio de Janeiro, 1903)

Frequentou a Academia Imperial de Belas Artes, no Rio de Janeiro e aos vinte anos, conquistou o Prêmio Especial de Viagem à Europa. Viveu cerca de nove anos entre Itália e França, onde dedicou-se ao estudo e ao trabalho. Foi professor honorário da Academia Imperial de Belas Artes, onde ensinou pintura histórica e professor do Liceu de Artes e Ofício, no Rio de Janeiro. Autor de quadros históricos, retratos, panoramas e da mais popular das telas brasileiras, “Primeira Missa no Brasil”, de 1861, Victor Meirelles deixou um extraordinário acervo, minuciosos esboços, estudos em papel e óleos sobre tela.

 Visitações:

Exposição aberta de 19 de setembro a 19 de outubro de 2007.

Horários:

Aberto de terça a sexta-feira, das 10h às 18h.
Sábados das 10h às 14h.

Informações:

(48) 3222-0692
museuvictormeirelles.museus.gov.br
mvm@museus.gov.br

 

 

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days