Projeto Victor em 4D: Victor Meirelles e a Dimensão Simbólica

O Museu Victor Meirelles apresenta nesta quinta-feira, dia 8 de março, o quarto módulo da Exposição Victor em 4D: A Dimensão Simbólica. Desde maio de 2017, quando o projeto foi iniciado, cada módulo percorreu algumas características da produção de Victor Meirelles. Neste penúltimo módulo a proposta é discutir o que acontece com o legado deixado pelo pintor após sua morte e o reconhecimento de seu trabalho como patrimônio brasileiro.

Os temas pretendem questionar de que forma se estabelecem os patrimônios no Brasil e, ainda, por que Victor Meirelles é considerado patrimônio nacional. Política, memória e poder se entrelaçam para construir ou perpetuar identidades e valores. Ao patrimônio atribui-se o papel de alicerce da história e da cultura, em que se abrem cenas de disputa, de interesses, de esquecimentos e de resistências. O patrimônio está, ou deveria estar, em permanente construção, proporcionando diálogos atualizados com as mudanças da sociedade. Afinal, nos dias de hoje, como interpretamos e fazemos uso das obras de arte de Victor Meirelles como nosso patrimônio?

Victor em 4D

O Projeto Victor em 4D é uma mostra de longa duração que aborda a vida e a produção artística de Victor Meirelles. Está dividido em quatro dimensões, que são: estética, histórica, política e simbólica.

O objetivo das exposições é sugerir possíveis leituras sobre o acervo do artista, preservado pelo Museu Victor Meirelles, buscando identificar as características estéticas de suas obras, as diferentes fases de Victor como aluno, professor e artista, o ambiente em que sua produção estava inscrita na segunda metade do século XIX e o legado deixado pelo pintor, como patrimônio artístico brasileiro.

O primeiro módulo, a Dimensão Estética, foi exposto no dia 17 de maio e apresentou algumas características da arte de Victor Meirelles, tais como o estudo permanente como processo de criação artística e a análise estética das suas obras. A Dimensão Histórica esteve em cartaz de 18 de agosto a 11 de novembro de 2017, e abordou as histórias e a própria biografia de Victor, a infância, o aluno, o professor, o artista e o pintor de panoramas. O terceiro módulo, a Dimensão Política, foi montado em 16 de novembro mostrando Victor Meirelles como artista do Império, sua trajetória na Academia Imperial de Belas Artes, seus alunos e as inovações estéticas. Também foi tema as suas pinturas históricas e a construção da identidade nacional.

Este Módulo 4 – A Dimensão Simbólica foi dividido em duas partes: o Legado de Victor, tendo como pano de fundo a questão do Patrimônio e da Memória e, encerrando o projeto, Victor e o Tempo Presente, que será exposto em maio e enfocará a produção de Victor Meirelles no século XXI, as relações artísticas com a arte do século XX e XXI e, por fim, Victor e a cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis.

A exposição Victor em 4D – A Dimensão Simbólica pode ser visitada até o dia 12 de maio de 2018. O Museu Victor Meirelles está funcionando em sua sede provisória, na Rua Rafael Bandeira, nº 41, Centro, em Florianópolis. A entrada é gratuita.

Saiba mais!


Victor em 4D – A Dimensão Simbólica
Exposição
De 8 de março a 12 de maio de 2018
Museu Victor Meirelles
Rua Rafael Bandeira, nº 41 – Centro – Florianópolis/SC
Tel.:  48  3222-0692
Entrada Gratuita

Publicado em

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days