n. 1 – Editorial

Revista Eletrônica um ponto e outro nº 01 – Leonílson

Revista do programa de exposições do Museu Victor Meirelles

Editorial

A revista eletrônica “um ponto e outro” é o resultado das discussões do grupo de estudos homônimo, que iniciou suas atividades neste ano no Museu Victor Meirelles. A proposta do site é reunir reflexões sobre as exposições do Museu Victor Meirelles, tornando visível e acessível os conteúdos desenvolvidos pelo grupo.

O primeiro número de “um ponto e outro” é dedicado ao artista José Leonilson Bezerra Dias, que ganha sua primeira mostra no estado de Santa Catarina. O lançamento da revista, coincide com a exposição Deserto no Museu Victor Meirelles, a qual conta com a curadoria de Ricardo Resende, coordenador do Projeto Leonilson e diretor do Museu de Arte Contemporânea do Ceará.

A revista terá edições bimestrais, acompanhando o calendário de exposições do Museu, e está estruturada em três eixos principais: roteiro de pesquisa, ação educativa e crítica.

O eixo “roteiro de pesquisa” reúne biografia e referências bibliográficas sobre o artista, fontes de pesquisa na internet e um banco de imagens da exposição. O segundo eixo, “ação educativa”, oferece um roteiro de referências e propostas para o professor de artes, além de textos que propõem um debate sobre educação e arte contemporânea. O terceiro eixo, “crítica”, reúne entrevistas, depoimentos e textos críticos desenvolvidos por integrantes do grupo e por convidados e diálogos com obras de outros artistas.

O grupo pretende ainda articular a publicação dos textos e entrevistas na imprensa, a fim de ampliar o alcance do debate e contribuir para divulgação das reflexões.

Entendendo o espaço do Museu como lugar privilegiado de trocas e reflexões, a idéia do grupo é desenvolver o exercício crítico de pensar, debater e escrever sobre os discursos expositivos e a mediação com o público e, dessa forma, contribuir para a formação de um campo artístico mais denso e dinâmico na cidade de Florianópolis e também para a ampliação e fortalecimento da capacidade de intervenção, entendimento e aproximação do visitante com o espaço público.

O Projeto pretende ainda permitir a discussão e a inclusão de novas idéias, convidando estudantes, artistas, críticos, curadores e outros profissionais a apropriarem-se do Museu, como possibilidade de inovar, atualizar, reformular, pesquisar e discutir critica e ação educativa a partir do Programa de Exposições.

Deixe seu comentário

COMENTÁRIO
  1. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days